-3,2%



Vítor Gaspar antecipou que a economia caia 1% este ano*, iniciando uma inversão a partir do segundo semestre mas sem um horizonte de recuperação, consumidores e empresários ficam mais receosos.

numa só semana, o Instituto Nacional de Estatística (INE) revelou um descalabro económico no final de 2012 que arrisca contagiar 2013. o Produto Interno Bruto (PIB) português caiu 3,8% no último trimestre de 2012, o que atira a média anual para -3,2%, 0,2 pontos percentuais acima das estimativas da troika e do Governo.

apesar de algumas boas noticias com o consumo interno e automóveis, a verdade é que sem o aumento das exportações, afundar-nos-emos na crise económica e na sua espiral recessiva.
em gráfico às notícias:



* a OCDE prevê -1,8%, o Banco de Portugal -1,9%, o BPI -2,2%, a Universidade Católica -2,4%, o Montepio entre 2% e 2,5%, a Coface -2%, o Nomura -2,7% e o Citigroup -4,6%. estimativas que apontam para uma média de -2,5%

Sem comentários:

Enviar um comentário