é, agora, muito claro: a CIA anda a espalhar o cancro por ai.....



6 comentários:

  1. "A demonização de Chávez "
    por Eduardo Galeano, no livro “As veias abertas da América Latina
    Hugo Chavez é um demónio. Porquê? Porque alfabetizou 2 milhões de venezuelanos que não sabiam ler nem escrever, mesmo vivendo num país detentor da riqueza natural mais importante do mundo, o petróleo.
    Eu morei nesse país alguns anos e conheci muito bem o que ele era. O chamavam de “Venezuela Saudita” por causa do petróleo. Havia 2 milhões de crianças que não podiam ir à escola porque não tinham documentos… Então, chegou um governo, esse governo diabólico, demoníaco, que faz coisas elementares, como dizer: “As crianças devem ser aceites nas escolas com ou sem documentos”.
    Aí, caiu o mundo: isso é a prova de que Chavez é um malvado, malvadíssimo. Já que ele detém essa riqueza, e com a subida do preço do petróleo graças à guerra do Iraque, ele quer usá-la para a solidariedade. Quer ajudar os países sul-americanos, e especialmente Cuba.
    Cuba envia médicos, ele paga com petróleo. Mas esses médicos também foram fonte de escândalo. Dizem que os médicos venezuelanos estavam furiosos com a presença desses intrusos trabalhando nos bairros mais pobres. Na época que eu morava lá como correspondente da Prensa Latina, nunca vi um médico.
    Agora sim há médicos. A presença dos médicos cubanos é outra evidência de que Chavez está na Terra só de visita, porque ele pertence ao inferno. Então, quando for ler uma notícia, você deve traduzir tudo.
    O demonismo tem essa origem, para justificar a diabólica máquina da morte.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hugo Chávez encerrou órgãos de comunicação social que não lhe eram favoráveis; Hugo Chávez era amigo do louco que governa o Irão; Hugo Chávez expulsou da Venezuela activistas de organizações não governamentais, como por exemplo a Human Rights Watch; Hugo Chávez criou uma Lei Orgânica da Educação de forma a doutrinar ideologicamente as novas gerações; Hugo Chávez era amigo do louco e ditador que governou a Líbia; Hugo Chávez censurou programas de televisão, coisas tão simples e banais como os Simpsons ou Family Guy; Hugo Chávez fechou os olhos à criação de milícias e grupos paramilitares que, com a capa do combate à criminalidade, perseguiam os opositores políticos; Hugo Chávez alterou a constituição para se manter eternamente no poder. E podíamos continuar.

      Vale tudo, em nome do povo contra o capitalismo e o imperialismo? Não, não vale, sob o risco de ficarmos iguais ou ainda piores que aqueles que combatemos.

      Eliminar
  2. não precisa de citar a fonte, como é um hábito portuga, tá perdoado - http://derterrorist.blogs.sapo.pt/2239844.html, e já agora o que pensa realmente o Dr. por suas palavras.

    ResponderEliminar
  3. meu caro, de facto devo-lhe a vénia do seu texto que satisfaz inteiramente o que eu penso. prescindindo da sua ironia assim que deixe de estar só dependente de dispositivo Movel ( estou fora do pais ) tentarei editar o comentário quanto à falha no link do texto.

    ResponderEliminar
  4. o texto não é meu, simplemsmente sou um leitor do blog,e dada a exposição do Rogério Pereira, se calhar merecia melhor resposta, do que past/copy

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. pois, pois....o problema aqui são os ip's. mas eu respondo-lhe melhor quando me der a sua (se for diferente, claro).

      Eliminar