o que pode deduzir no IRS (a entrega pela internet arranca hoje)

saúde: o limite nas deduções de despesas de saúde a 10% dos gastos, com um valor máximo de 834,44 euros (até aqui, era possível abater 30%);

habitação: os contratos de empréstimos para compra de casa realizados durante 2011 já não podem abater este encargo nos impostos. nos casos dos créditos já existentes, os contribuintes apenas podem deduzir 15% dos juros com o empréstimo. de fora, passam a ficar as amortizações de capital. máximo de dedução na habitação: 591 euros;

arrendamento: para quem tem casa arrendada, os números são idênticos. o contribuinte pode abater 15% dos encargos com a renda;

benefícios fiscais: limite máximo de 100 euros;

deduções: no máximo, os contribuintes podem deduzir até 1250 euros. Só os dois escalões mais baixos, com rendimentos anuais até 7410 euros ficam isentos destes limites;

NB- segundo uma simulaçao que o Negócios pediu à PwC, numa família com um rendimento médio mensal de 1.000 euros, por titular, a perda será de quase 300 euros.


2 comentários: