sorria, é um blogue!

"(...) Não entendo a atracção que algumas pessoas têm pelo cargo de secretário de Estado. É uma designação que soa a poucochinho. Secretário de Estado remete-nos para escrivaninhas, canetas e, com sorte, cenas sexuais. Oiço falar em secretário de Estado e vejo uma pessoa fanhosa a despejar cinzeiros. Mas tem de existir algum fascínio porque, mesmo quem diz muito mal deste Governo, não hesita em aceitar o cargo. Por exemplo, o novo secretário de Estado, Fernando Alexandre, escreveu no seu blogue: "Tenho que admitir que este Governo não merece o povo que governa (…). A decisão do ministro das Finanças de congelar as despesas mostra que, de facto, ele, embora não viva cá, deve estar de partida para outro lugar. Desejo-lhe boa viagem." Ainda assim aceitou, sem pestanejar, o cargo de adjunto do ministro da Administração Interna. Estou à espera que ele escreva no seu blogue: "O que eles não sabem é que eu vou para lá para os prender a todos. Lol." Não faz sentido terem decidido ir buscar este secretário de Estado. Se foi para o calarem, foi mal jogado porque, até há uma semana, ninguém ligava ao que ele escrevia no blogue. Por acaso, já tinha ouvido falar do "blogue do Fernando Alexandre", mas pensava que era sobre música pimba. A única explicação admissível é ele ter sido convidado em desespero de causa, dado que o jornalista que faz a página de necrologia do "Diário de Notícias" recusou o convite.".
(João Quadros, JNEG)

Sem comentários:

Enviar um comentário