ainda sobre os centros de decisão em Portugal...


uma OPA à Espírito Santo Saúde teve confirmação oficial. Os mexicanos Angeles (anjos, na tradução que ganha na tradução para português) avaliaram o grupo em 410 milhões, pagando um prémio de 9% face ao preço das ações em bolsa. não é impossível que outros candidatos apareçam, como ogrupo José de Mello, mas é certo que quem vencer quer mesmo a maioria do capital. há, no entanto, dois pressupostos: como o negócio envolve o Hospital de Loures, uma PPP com o Estado, o Ministério da Saúde tem uma palavra a dizer; e para que o processo avance o tribunal do Luxemburgo tem que o autorizar, dado ter em mãos a insolvência da RioForte.

Sem comentários:

Enviar um comentário