informações a reter


há algum tempo que não lia com tanto interesse uma entrevista... Daniel Proença de Carvalho, o advogado de Ricardo Salgado, falou ao Diário Económico sobre o caso que marca o ano.

em resumo:

- diz ser cedo para falar do que aconteceu.
- mas diz o que pensa sobre quase tudo.
- fala de "juízos preconceituosos e no pelourinho".
- em "resquícios do PREC".
- acha os juizos dos jornais sobre o governador do Banco de Portugal "precipitados".
- queixa-se da Justiça que diz ser pressionável pela opinião pública.
- queixa-se do poder 'excessivo' de quem investiga.

para quem não se quer divertir tanto tem aqui uma síntese. mas olhem que o original é que vale a pena...

Sem comentários:

Enviar um comentário