confiança recua, económico recupera


em agosto, o indicador de confiança dos consumidores agravou-se ligeiramente segundo o Instituto Nacional de Estatística. o recuo surge após a confiança ter registado o valor mais elevado desde janeiro de 2007 e suspende a subida acentuada que se verificava desde o início de 2013.

o invés, o indicador de clima económico recuperou ligeiramente em agosto, prolongando a subida iniciada em janeiro de 2013 e fixando o máximo desde julho de 2008. em agosto, a confiança aumentou na indústria transformadora, na construção e obras públicas e nos serviços, tendo diminuído apenas no comércio. (fonte:DECO)

Sem comentários:

Enviar um comentário