"O Estado Islâmico não é islâmico. E certamente não é um Estado"


o dia não foi escolhido ao acaso: hoje passam 13 anos sobre o 11 de setembro e foi com estas palavras (do título) que Barack Obama começou um discurso à nação norte-americana, marcado para apresentar um plano de ataque contra os jihadistas. estão previstos ataques aéreos em série, também na Síria; treino e equipamento militar para quem luta no terreno; reforço das medidas de defesa; proteção dos civis. há uma coligação internacional de 40 países a apoiar os EUA, não se sabe com precisão quais, mas sabe-se que França estará na lista.

Sem comentários:

Enviar um comentário