salário mínimo sobe e o emprego também?


o acordo de ontem, na concertação social, que vai fazer subir o salário mínimo para 505 euros será pago em 15% pelo Estado (via redução da TSU paga ao Estado pelas empresas), nas contas feitas pelo Negócios e o Público. a Segurança Social, porém, poderá ganhar com o aumento da base dos descontos, assim como os impostos - pelas deduções e ajuda no consumo privado. onde há versões contraditórias é no que respeita ao impacto que a medida terá no emprego.

Sem comentários:

Enviar um comentário