desvio verde

o tribunal Administrativo e Fiscal de Braga anulou já seis contraordenações aplicadas pelas Finanças por não pagamento de portagens em autoestradas e ex-SCUT, considerando, em duas delas, que não é possível provar quem conduzia a viatura. E o Estado ainda vai ser alvo de uma ação popular visando a anulação da lei.

Sem comentários:

Enviar um comentário