50 anos do assassinato de Humberto Delgado


a imperativa e espontânea resposta de Humberto Delgado, no café Chave d' Ouro, no Porto, aquando da questão do que faria ao Presidente do Conselho, renova-se hoje, 50 anos depois do seu assassinato: “Obviamente, demito-o!”.

os "homens de negro" atrasaram a nossa democracia e esconderam material fotográfico impressionante, como este exemplo do "Fotógrafo Cruz" que ilustra o livro que hoje veremos nas bancas.

Sem comentários:

Enviar um comentário