nesta Europa insolidária ninguém quer pagar a nova TV do Tsipras


Tsipras decidiu forçar um braço de ferro com os líderes da UE e quer um empréstimo que permita o financiamento do país até junho, mas sem "resgate", ou seja, sem condições para esse empréstimo. entretanto, Yanis Varoufakis deu uma entrevista à RAI avisando que, se a Grécia sair da zona euro, a união monetária irá “desmoronar-se como um castelo de cartas"e amiguinho pergunta: “E quem irá a seguir, depois de nós? Portugal?". enfim, na Grécia já acabou a austeridade mas ele não conseguem seguir em frente. não se percebe, não se percebe.

ADENDA: destaque para duas crónicas de Vasco Pulido Valente no Público, A sra. não está em casa e É estranho? Não é.

Sem comentários:

Enviar um comentário