a lista


o Governo aprovou ontem a criação de uma outra lista, a que regista os pedófilos condenados, mas recuando substancialmente face às intenções iniciais da ministra da Justiça. O acesso à base de dados, que estava previsto ser público (o que levantou enorme polémica), vai estar dependente, caso a caso, de uma decisão da polícia. A Associação Sindical de Juízes quer, mesmo assim, que o TC fiscalize a lei.

Sem comentários:

Enviar um comentário