Varoufakis aceita um superavit de 1,5% do PIB grego em 2015 (com tudo a cair desde Janeiro; imaginem o que esta gente anda a fazer...)


... mas ainda não conseguiu ser explícito sobre as linhas da Reforma que apresentou, embora tenha dito, uma vez mais, que ninguém deve esperar um "acordo incondicional". pelo meio, Tsipras prepara a sua visita à Rússia, dizendo-se contra as sanções económicas a Moscovo...

Sem comentários:

Enviar um comentário