Costa, "o Baralhado"


É possível que se tenha enganado por cansaço (já estamos em pré-campanha), mas ontem o líder do PS,  António Costa, deu uma entrevista à TVI onde  prometeu mexer nos escalões de IRS, de forma a aumentar a progressividade do imposto, e assim “  diminuir seguramente o encargo fiscal sobre o trabalho” (mas não explicou é como se consegue ao mesmo tempo aumentar a progressividade e diminuir o imposto; será só para alguns?) e   sobre a privatização da  TAP, disse esperar que nenhuma  decisão irreversível fosse tomada antes das eleições, colocou como  limite de venda de capital a privados nos 51% e disse (pasme-se!) que assim iria  manter o controlo da empresa nas mãos do Estado... 

Sem comentários:

Enviar um comentário