A Dilma (que nunca aprendeu) chegou ao fim

No  Brasil, o clima económico está mesmo a mudar. O crescimento puxado pelo consumo chegou ao fim e os despedimentos tornam-se uma realidade em todas as regiões do país. No plano político,  a presidente Dilma tem uma taxa de rejeição de 65%. Pior mesmo só Collor de Mello, que chegou aos 68%. 

Sem comentários:

Enviar um comentário