Os recibos verdes voltam à casa de partida

Contratos a prazo que atinjam a duração máxima a partir de 8 de Novembro já não poderão ter renovações extraordinárias. Limite voltará a ser de três anos. Empresas que ignorem esta mudança arriscam integrar os trabalhadores no quadro. A legislação que permitia um prolongamento excecional vai cair daqui a poucos dias,

Sem comentários:

Enviar um comentário