Futebol não constitui uma atividade perigosa

O futebol não constitui uma atividade perigosa à luz das regras de responsabilidade civil, não podendo o clube de futebol ser obrigado a indemnizar o jogador pelos danos sofridos durante a prática da modalidade
STJ, Ac. de 12 de Maio de 2016

Sem comentários:

Enviar um comentário